quarta-feira, 6 de julho de 2016

O Vigia - 8



(Imagem: Pinterest, do álbum de Ivey Zimmerman)

A polícia deu uma batida por aqui noite dessas e levou as meninas para a delegacia. Só a Bebel ficou detida, segundo o delegado, por desacato à autoridade. Disse que rogaria praga e os quatro pneus da viatura policial furariam ao mesmo tempo, impedindo que todo mundo fosse preso. Também xingou a mãe de cada um dos policiais, distribuiu dentadas e pontapés. Não só nada aconteceu com os pneus, como a Bebel levou uns tabefes e foi em cana. Ela e o restante das princesas, que naquela noite ficaram a ver navios.
Sem faturar, ninguém teria como pagar a diária da dona da casa onde elas moram, caso eu não tivesse recorrido às minhas economias modestas para fazer-lhes um empréstimo. Quanto à Bebel, apesar de libertada na tarde do dia seguinte, ainda não está circulando devido aos ferimentos que recebeu.
Pergunto-me que polícia é essa que espanca mulheres, bate por bater em cidadãos pobres e humildes, mata como se executa um cachorro doente. Talvez eu até proponha uma discussão sobre o assunto dia desses no bar do Guto. Excelente orador, o Palavrinha, bêbado, faria mais um de seus belos discursos. Sóbrio, ele gagueja, não fala coisa com coisa, é tímido.
(Editado)

2 comentários:

Célia Rangel disse...

De alta sociedade ou da underground, não importa gênero ou classe social... A diferença está no saldo bancário, corrupto ou não, que "lavam" todas as falcatruas!!
Abraço.

donut123 disse...

Good